Entrar
As principais tendências em inovação para 2021

As principais tendências em inovação para 2021

08/04/2021 | Giovanna Cavalli

Em 2020, muitas das tendências previstas acabaram não se concretizando em um contexto de pandemia e a vida como a conhecíamos sofreu transformações intensas. Inclusive, influenciando o comportamento das pessoas. Com base nisso, é possível traçar inclinações para este ano, pautadas especialmente pelo Covid-19 e suas consequências.

Novos cenários definem tendências modernas

Partindo dessa premissa e observando as diversas mudanças, pode-se dividir essas inclinações em quatro tópicos principais, relacionados especialmente às relações de trabalho e à importância da inovação nas empresas. Por isso, o sócio-fundador da Palas, Alexandre Pierro, elencou esses pontos. Veja: 

Transformação digital: diante das circunstâncias, as companhias tiveram de se adaptar tanto internamente, quanto seu portfólio de serviços para sobreviverem à crise.  “Muitos diretores antes da pandemia não pensavam no porquê de migrar para o digital. Contudo, atualmente, esta é a saída procurada por todos eles. Afinal, além de ganhar em velocidade dos processos, trazer mais comodidade aos clientes internos e externos e ser mais sustentável, ainda é possível economizar”, explica a gerente comercial da Assine Bem, Paula Sino.

Internacionalização: outra forma de garantir uma vantagem competitiva no mercado e driblar momentos de instabilidade econômica é promover a internacionalização. “Nesse processo, a marca se prepara para participar de trocas econômicas entre os países com o objetivo de expandir seus negócios para o mercado externo, aumentando as possibilidades e diluindo os riscos”, avalia o founder

Para isso, existem alguns dos passos a serem seguidos, tais como compreender o setor de atuação, entender a demanda e a capacidade de produção, enquadrar a companhia nos requisitos técnicos e legislações e, finalmente, traçar boas estratégias de comercialização.

Inovação verde: de nada adianta inovar e não pensar nos impactos ao meio ambiente. Sendo assim, incorporar a sustentabilidade aos produtos e serviços atendendo às necessidades por soluções ecologicamente corretas é mais uma tendência atual.

O maior objetivo é equilibrar crescimento econômico,  preservação da natureza e, sobretudo, é uma exigência do mercado para se manter em destaque. Além do mais, as vantagens são ótimas, explica Paula: “um negócio com base conservadora do meio ambiente passa a ser visto de forma diferente. A marca é impulsionada porque demonstra responsabilidade e preocupação social. Ou seja, os consumidores enxergam isso. Bem como, sua imagem é ligada a valores positivos”. Por isso, a hora de pensar verde é agora.

Indústria 4.0 e 5g: algo fundamental quando o objetivo é se manter moderno, é a incorporação da indústria 4.0, pois isso faz os trabalhos ficarem mais rápidos e baratos, otimiza e aprimora a produção. Segundo pesquisa publicada pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), no início de 2020, 50% das indústrias americanas, chinesas e europeias já estavam adotando isso. Na Índia, 25% e no Brasil, apenas 2%.

Para reverter esse cenário, é preciso investir em tecnologias de ponta, tais como robôs, ferramentas de cibersegurança, realidade virtual e mista, blockchain e, principalmente, o 5G, a maior tendência dentro da 4.0. “Basicamente, ele será responsável por gerenciar como a nossa rede de objetos físicos e infraestrutura fabril irão receber e transmitir dados”, complementa Pierro.

Nós temos uma aliada tão fácil para potencializar os negócios e ao bem-estar cooperativo, simultaneamente: a tecnologia. Então, é preciso estar atento às novas instâncias dos negócios. Perder o time é um fator de prejuízo. 

Portanto, atente-se às novas necessidades e entenda a melhor maneira de modernizar a sua companhia. Aproveite também e teste grátis a nossa plataforma de assinatura digital. Conte com a Assine Bem!