Entrar
Processo de assinatura digital é seguro

Processo de assinatura digital é seguro

04/03/2021 | Vinícius Lima

A assinatura digital é uma ferramenta cada vez mais utilizada em diversos contextos para facilitar procedimentos de validação de documentos, contratos e parcerias firmadas entre duas ou mais partes. Com a pandemia ocasionada pelo coronavírus, esse foi um procedimento ainda mais utilizado. Porém, como funciona a questão de proteção e segurança das transações realizadas nessa modalidade? 

Inseguranças ainda são presentes para uma parcela da população

Embora a praticidade e agilidade sejam benefícios conhecidos para esse estilo digital, ainda existem pessoas com receios em relação ao formato. “Apesar da MP 2.200-2 já prever a validade das assinaturas digitais desde 2001, muitos ainda se sentem inseguros quanto ao uso da tecnologia para formalizar documentações”, explica Paula Sino, gerente comercial da Assine Bem. 

Processos de segurança são padrões

Há quem tenha receio de fraudes, outras de vírus no computador ou celular, roubo de dados, etc... Entretanto, “a LGPD veio para proteger as informações de todos os usuários e, além dela, a plataforma da Assine Bem utiliza diversas soluções pautadas nas melhores práticas de segurança do mercado”, comenta. 

Possibilidades de proteção

Justamente por isso, são feitas algumas etapas de validação para identificar os signatários dos arquivos. “Os processos podem ser simples, como confirmação de dados básicos, verificação do e-mail e celular ou mais complexos, com o uso de selfies com uma identidade ao lado”, explica a gerente. 

Tokens são sempre adotados

Independentemente do modelo adotado, sempre será enviado um token para o usuário para verificar quem acessou o link de validação. “Após isso, criptografamos o documento para evitar alterações, salvamos a hash (algoritmos) do arquivo original e geramos o comprovante de assinaturas com o certificado digital”, conclui.

Rapidez e praticidade

Além disso, uma grande vantagem está na rapidez de toda a tratativa, afinal, o processo todo é feito em até 2 minutos. Paula ainda dá uma dica para quem não quer errar na hora de lidar com informações sensíveis. “A tecnologia é nossa aliada, mas também pode trazer prejuízos se não for utilizada com sabedoria. É importante conhecer os sites acessados, verificar sobre armazenamento dos dados, etc.”, finaliza. 

O serviço da Assine Bem está aqui para isso. Quer saber mais? Então faça o teste gratuito em nossa plataforma!