Entrar
A importância da tecnologia home office

A importância da tecnologia home office

02/03/2021 | Gabriela Vasconcelos

De acordo com pesquisa realizada pela Cushman & Wakefield, o home office vai permanecer no pós-pandemia. Quase 74% das organizações pretendem instituí-lo definitivamente mesmo quando a situação da Covid-19 estiver controlada. Nesse cenário, a tecnologia é a melhor aliada para auxiliar as corporações. 

Com as inovações científicas, é possível manter a produtividade em tempos de crise de saúde pública. Afinal, as rotinas empresariais podem ter continuidade no formato virtual. Por isso, é fundamental conhecer as ferramentas disponíveis para ajudar nesse momento.

Tecnologia e RH

Na visão de Paula Sino, gerente da Assine Bem, os RH's estão se tornando cada vez mais estratégicos, porém, ainda perdem muito tempo com atividades burocráticas e com pouca efetividade. 

“Assinar espelho de ponto; recibo de férias; admissão, demissão, termos de home office, aditivos, entre outros documentos levam um certo período para serem confeccionados, preenchidos e assinados. Muitas vezes, a assinatura toma muito tempo das equipes: impressão, envio por portador ou correio (devido à pandemia), confirmação de recebimento e cobrança para devolução”, conta. 

Por isso, contar com a inovação é uma escolha inteligente. No caso das contratações remotas, cadastros e testes on-line agilizam as fases iniciais. Já a entrevista tem a possibilidade de ser realizada remotamente por meio de envio de gravações ou videoconferência. Na hora de formalizar o contrato, a inovação também é uma aliada.

“A tecnologia já é parceira dos times de recursos humanos e tem otimizado muitos recursos! Sistemas já emitem documentos de forma automática e a assinatura digital permite a formalização deles em minutos!”, acrescenta Paula. Com etapas de proteção visando identificar os assinantes, este formato traz segurança ao procedimento e possui respaldo legal.

Segurança

Na plataforma da Assine Bem, o usuário poderá realizar o upload de textos prontos ou criar seus próprios templates e deixar campos fixos e variáveis para serem editados. Todas as partes envolvidas podem assinar de forma on-line. É muito mais prático, econômico e seguro em relação ao modo analógico.

 

A ação tem validade jurídica, prevista na MP 2.200-2/2001. O processo utiliza etapas de validação para garantir a identidade das pessoas e a criptografia para evitar fraudes nos termos rubricados. Além disso, ao agregar o profissional por meio eletrônico, não se faz necessário ter gastos desnecessários.

Em tempos de crise, é preciso pensar diferente, sair da caixa e reinventar processos. A Internet revolucionou a forma de se relacionar e, também, como fechamos novos negócios. Portanto, teste agora mesmo e surpreenda-se!