Entrar
Empresas devem manter home office no pós-pandemia

Empresas devem manter home office no pós-pandemia

08/10/2020 | Gabriela Vasconcelos

Segundo pesquisa realizada pela Cushman & Wakefield, o home office veio pra ficar. Quase 74% das empresas pretendem instituí-lo definitivamente após a pandemia.  Nesse cenário, a tecnologia é a melhor aliada para auxiliar as corporações. 

Por meio das inovações científicas, é possível manter a produtividade em tempos de crise de saúde pública. Afinal, as rotinas empresariais podem ter continuidade no formato virtual. Por isso, é fundamental conhecer as ferramentas disponíveis para ajudar nesse momento.

Contratação remota

Contratar funcionários de forma remota é um desafio e tanto. Afinal, é preciso se preocupar com treinamento, equipamentos para o trabalho, meios de comunicação para suporte, indicadores para acompanhar o desempenho etc. Entretanto, antes dessas etapas está a admissão.

Cadastros e testes on-line agilizam as fases iniciais. Já a entrevista tem a possibilidade de ser realizada remotamente por meio de envio de gravações ou videoconferência. Na hora de formalizar o contrato, a tecnologia também é uma aliada.

“Se as atividades serão remotas, qual a razão de validar os documentos fisicamente? Utilizar as assinaturas digitais para formalizar uma admissão já é realidade e otimiza muito o tempo do RH e dos novos colaboradores. Com passos de segurança visando identificar os assinantes, este formato traz segurança ao procedimento e possui respaldo legal”, explica Paula Sino, gerente da Assine Bem.

Segurança e redução do uso de papel

O usuário poderá realizar o upload de textos prontos ou criar seus próprios templates e deixar campos fixos e variáveis para serem editados. Todas as partes envolvidas podem assinar de forma on-line. É muito mais prático, econômico e seguro em relação ao modo analógico.

A ação tem validade jurídica, prevista na MP 2.200-2/2001. O processo utiliza etapas de validação para garantir a identidade das pessoas e a criptografia para evitar fraudes nos termos rubricados. Além disso, ao agregar o profissional por meio eletrônico, não se faz necessário ter gastos desnecessários.

“Imprimir acordos, enviar por Correio ou portador e, depois, armazenar fisicamente… isso ficou no passado. Tudo é feito pela Internet, em poucos cliques, e pode ser acompanhado e acessado a qualquer momento pelas partes envolvidas!”, finaliza a gerente.  

Nesse período de incertezas, disponibilizamos 10 documentos ao mês, sem custo. Aproveite para fazer um teste gratuito em nossa plataforma!